Páginas

26 setembro, 2015

cidade


a cidade é um paradoxo em mim.
é a pressa de uns. A bondade de outros
a cidade me significa - em toda sua completude:
onde tenta ser bonita é feia
onde era pra ser feia, é linda
a cidade cheia de toda essa gente cheia de sonhos
gente cheia de pressa
cidade cheia de luz
de andares
de amor
vou te deixar por um tempo, dentro de mim.

ando em obras, como voce também sempre andou, e preciso trancar umas ruas.



Nenhum comentário :